PINDARÉ - MIRIM

4 bandidos usando máscaras participaram do assalto ao Banco do Brasil de Pindaré, diz polícia

A Polícia Militar do 7º Batalhão de Pindaré Mirim informou que a agência do Banco do Brasil do município foi atacada por quatro bandidos durante a madrugada deste sábado, 28, que usaram explosivos e destruíram o local. Eles usavam máscaras do tipo cirúrgica.

A polícia espera que imagens de câmera de segurança, tanto da parte interna quanto externa do banco, possam levar à identificação dos bandidos.

Com o banco fechado, agora a opção para os clientes é a agência de Santa Inês, que já está sobrecarregada por causa de um ataque à agência de Santa Luzia no início de dezembro de 2019.  

Buscas continuam

O Centro Tático Aéreo do Maranhão está auxiliando nas operações para localizar os envolvidos no assalto ao Banco do Brasil de Pindaré Mirim na madrugada deste sábado, dia 28.

A Polícia Militar está intensificando as buscas no município e também em outras localidades para chegar aos criminosos. A Polícia Civil já iniciou as investigações, mas no momento não pode divulgar para não atrapalhar o trabalho investigativo.

O assalto

De acordo com as primeiras informações da Polícia Militar, era por volta das 3h, deste sábado 28, quando a PM foi informada que a agência do Banco do Brasil de Pindaré-Mirim estava sendo arrombada.

As equipes de serviço de Santa Inês, Força Tática e de Pindaré Mirim, foram para o local e constataram a explosão de 1 caixa eletrônico.

A PM informou que, conforme relato de uma testemunha, chegaram dois elementos de máscaras em uma moto de cor preta, e o fizeram de refém levando para próximo do Banco e neste intervalo colocaram os explosivos e detonaram logo após. Outros dois bandidos teriam participado também.

Após o roubo, os criminosos teriam fugido sentido Santa Inês.

A guarda do quartel fez uma barreira em frente ao prédio mas nenhuma moto passou pelo local, sendo que existem outras vias de acesso. As buscas pelos assaltantes continuam intensas.

Não foi divulgada a quantia levada.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar