SANTA INÊS E REGIÃO

Animais são retirados das ruas

Há exatamente um ano, e com vistas a fazer valer a Lei Municipal 246/98, a Prefeitura de Santa Inês vem orientando e sobre o perigo que representa criar animais soltos nas ruas e margens das rodovias que cortam a área urbana do município.

GEDC0930
Reunião que definiu ações para registro e liberação dos animais apreendidos em Santa Inês

Segundo o prefeito de Santa Inês, José de Ribamar Costa Alves, o objetivo principal da campanha foi por fim à prática irregular da criação e manutenção de animais soltos nas vias públicas, praças e pátios de órgãos e residências.

Passado esse tempo, a Prefeitura buscou parcerias com órgãos e das esferas Federal e Estadual e começou a colocar a Lei em prática. Em apenas um mês de trabalho, em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) cerca de 150 animais já foram retirados das ruas e margens das rodovias.

De acordo com o coordenador da operação, Francisco de Assis Leite Júnior (Júnior Leite), a partir de uma reunião mantida na tarde da última quarta-feira, 4, a Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Aged) poderá entrar na parceria com o Município. Segundo ele, caberá a ela a colaboração no sentido de detectar possíveis doenças nos animais.

Júnior Leite explicou ainda que os animais apreendidos estão sendo encaminhados para uma área localizada em uma fazenda próxima à BR-222 (sentido Santa Luzia), onde serão cadastrados e examinados. Só serão liberados ou doados os animais que não apresentarem doenças.

A LEI

A apreensão, liberação e doação de animais encontrados na área geográfica do município de Santa Inês está prevista na Lei número 246/98, que em seus 37 artigos discorrem sobre a apresentação; apreensão e destinação dos animais apreendidos, assim como as responsabilidades e sanções aos proprietários de animais.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar