Bancários no Maranhão devem entrar em greve na próxima terça-feira

Bancários no Maranhão devem entrar em greve na próxima terça-feira
A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) ofereceu reajuste de 5,5% e abono de R$ 2.500, mas bancários não aceitaram a proposta e decidiram entrar em greve por tempo indeterminado a partir do dia 6 de outubro.
Imagem: arquivo
Imagem: arquivo
A decisão foi tomada em assembleia geral realizada nesta terça-feira, na sede do SEEB-MA, em São Luís. Na ocasião, a categoria rejeitou por unanimidade a proposta da Fenaban, que ofereceu 5,5% de reajuste e abono de R$ 2.500.
Na Regional Imperatriz, os bancários ratificaram a rejeição à oferta dos banqueiros.
Para o presidente do SEEB-MA, Eloy Natan, a proposta da Fenaban é vergonhosa e insatisfatória, diante dos lucros exorbitantes obtidos pelos bancos apenas no primeiro semestre deste ano (R$ 36,3 bilhões).
“O ‘reajuste’, além de não repor nem a inflação (9,88%), representaria, ainda, perdas de 4% para os bancários. Já o abono é prejudicial por não se incorporar aos salários e à aposentadoria da categoria” – avaliou o presidente.
Na próxima segunda-feira, dia 5 de outubro, às 18h, acontece assembleia de organização para definir os últimos detalhes da greve, e caso a Fenaban apresente uma nova proposta eles poderão avalia-la.
Os bancários maranhenses reivindicam reajuste de 35%, PLR de 25% linear, piso de R$ 3.377,66, isonomia, fim das metas, estabilidade no emprego, contratação de mais bancários, dentre outras demandas.
Com informações da SEEB

William Junior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *