Com 367 votos a favor, Câmara dos Deputados da prosseguimento ao impeachment de Dilma Rousseff

Por: William Junior, em 17 /04 /2016, ás23h52

A Câmara dos Deputados acaba de dar sequência ao processo de impeachment da atual presidente Dilma Rousseff. Foram 367 votos a favor e 137 votos contra o seguimento do processo de impedimento. Apenas 07 deputados se abstiveram do voto e 02 faltaram.

image

Agora o processo será encaminhado ao Senado – responsável por julgar se Dilma cometeu ou não crimes de responsabilidade. Uma comissão será formada para avaliá-lo.

O PROCESSO

O processo de impeachment de Dilma Rousseff consistiu em uma questão processual aberta com vistas ao impedimento da continuidade do mandato de Dilma Rousseff como a Presidenta da República do Brasil.

O processo iniciou-se com a aceitação, em 2 de dezembro de 2015, pelo Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, de denúncia por crime de responsabilidade oferecida pelo procurador de justiça aposentado Hélio Bicudo e pelos advogados Miguel Reale  Júnior e Janaina Paschoal.

A partir da aceitação do pedido, formou-se uma comissão especial na Câmara dos Deputados, a fim de decidir sobre sua admissibilidade. O roteiro começou com os depoimentos dos autores do pedido e teve seguimento com a apresentação da defesa de Dilma. Enquanto isso, manifestações de rua contra e a favor do impedimento ocorriam periodicamente em todo o país.

O relatório da comissão foi favorável ao impedimento da presidente Dilma: 38 deputados aprovaram o relatório e 27 se manifestaram contrários.

Acompanhe mais notícias em www.portalpindare.com.br. Siga nossa página no

Facebook.