Educadores de Santa Inês se reúnem para reivindicar pagamento de salário e 13º

Por: William Junior, em 18 /01 /2016, ás10h06

Com a presença dos vereadores Akson Lopes, Creusa da Caixa e Solange Nerval, educadores da rede municipal de ensino de Santa Inês, reuniram-se na tarde da última quinta-feira (14) para tratar de diversos assuntos relacionados à categoria.

professores si

A reunião aconteceu na Igreja da Comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, localizada na Rua da Raposa, Centro de Santa Inês. A pauta do encontro foi para apresentar a insatisfação de parte dos educadores do município com relação ao atraso no pagamento dos salários do mês de dezembro; sobre a questão do parcelamento do 13º da categoria, sobre a partilha da possível sobra de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e ainda sobre a tentativa por parte do Executivo Municipal de aprovar a Lei que cria o Regime Próprio de Previdência Social (RPPS).

Atentos, os vereadores Akson, Creusa e Solange ouviram o que os educadores tinham a dizer sobre cada um dos itens acima e colocaram seu ponto de vista em defesa da classe.

“Estávamos lá na reunião para apoiar e defender os interesses desses professores que estão se sentindo prejudicados com o que está acontecendo por parte da administração municipal”, disse o vereador Akson Lopes.

A reunião foi longa e os debates principais giraram em torno do atraso no pagamento, algo que, segundo os educadores, ainda não havia acontecido. Para eles, paira uma desconfiança, pois uma parte recebeu em dia e outra não recebeu nem satisfações do setor financeiro da Prefeitura. Com relação ao 13º salário, a insatisfação se dá pela falta de informação, e a categoria alega não saber a forma que ficou decidido o pagamento.

Sobre o Fundeb, os educadores questionaram junto aos vereadores a respeito de uma possível sobra, que, segundo eles, anualmente existe e que a Prefeitura não está convertendo em bônus à categoria.

O assunto Previdência Própria do Município também entrou em discussão, com os professores solicitando a intervenção contrária por parte dos vereadores. Ao final, ficou acertada uma reunião entre os educadores e representantes da Prefeitura de Santa Inês, com a presença dos vereadores. O local e horário da reunião não foram divulgados.

Informações e foto: Agora Santa Inês

Acompanhe mais notícias em www.portalpindare.com.br. Siga nossa página no

Facebook.