Engenho Central de Pindaré sedia Sessão Pública de Posse de Membros Efetivos/Imortais da Academia Mundial de Letras da Humanidade

Engenho Central de Pindaré sedia Sessão Pública de Posse de Membros Efetivos/Imortais da Academia Mundial de Letras da Humanidade

Na noite da última terça-feira (28/05), no Engenho Central de Pindaré, a Sessão Pública de Posse de Membros Efetivos/Imortais da Academia Mundial de Letras da Humanidade (AMLH), Seccional do Vale do Pindaré e Seccional do Vale do Mearim. A qual contou com a ilustre presença do Presidente Mundial da AMLH-Dr Camilo Martins e do Presidente da Seccional do Vale do Pindaré da AMLH-David Morais.

A abertura do evento foi com uma boa música popular brasileira e música popular maranhense, contando com a participação da artista Elys Soares e dos artistas: Jessé Duvalle e Frham Almeida, além de inúmeras personalidades comunidade em geral que prestigiarem a Sessão Pública. Citando algumas personalidades do Vale do Pindaré, Cosme Rodrigues(Sat), Rinaldo Medeiros, Mauthus Ripardo, Silvestre Santos, Robert Paixão, Rosilene Melo, Sandra Mara Monteiro, dentre outras. Por outro lado, em relação ao Vale do Mearim, destacamos: Dhecke Filho, Rita de Cássia, Gilvane Ramor, Victor Emanuel, Francisco Urquiza, Jackson Lago Ferreira, dentre outras.

Os novos Membros Imortais da AMLH tomaram Posse com muita emoção e aplausos do grande público presente. Cada um recebeu um diploma com o seu nome e do seu patrono/patronesse. Bem como, a medalha e a toga. Logo após serem empossados, cada um fez uso da palavra, aludindo minibiografia e escolha do patrono/patronesse. Assim sendo, pela Seccional do Vale do Pindare da AMLH: Lindalva Correa, Lucimar Miranda, Rejanne Gentil e Edilson Brito. Outrossim, pela Seccional do Vale do Mearim: Carlos Ofélio e Zezinho Casanova.

O Presidente Mundial da AMLH-Dr Camilo Martins-observou: A Sessão Pública da AMLH que aconteceu nesta noite (28/05) foi gratificante, bem organizada e ao mesmo tempo participativa. Um motivo de alegria e satisfação, ampliando novos horizontes e estabelecendo a Secional do Vale do Pindaré e do Vale do Mearim. Mostrando-se como um novo capítulo cultural e de oportunidade a todos que desejarem adentrar a Academia Mundial de Letras da Humanidade, uma instituição internacional. Uma Academia aberta al todos que queiram preservar os seus legados e difundir os seus legados, tendo reconhecimento em vida.”

William Junior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *