Flanelinhas serão padronizados em Pindaré – Mirim

Flanelinhas serão padronizados em Pindaré – Mirim

O trabalho dos flanelinhas no Brasil só é legalizado em apenas três cidades brasileiras, mas eles estão espalhados por todo o Brasil. Os flanelinhas trabalham para conseguir remuneração pelos serviços prestados no estacionamento, na limpeza ou na proteção de um veículo automóvel.

Secretário de Meio Ambiente, Benedito Castro em reunião com flanelinhas. Foto: Gisélia Gomes
Secretário de Meio Ambiente, Benedito Castro em reunião com flanelinhas. Foto: Gisélia Gomes

Em Pindaré – Mirim, os flanelinhas que sobrevivem desse trabalho na área ribeirinha, ponto turístico da cidade, realizavam seu trabalho em vários pontos e chegavam a usar bombas de jato d’água que facilitava com mais rapidez que diversos produtos que afetam o meio ambiente chegassem ao Rio Pindaré.

Com isso, a secretaria municipal de meio ambiente notificou os proprietários das bombas e exigiu a retirada dos equipamentos, o que aconteceu na semana passada. Com isso, os flanelinhas que trabalhavam usando as bombas terceirizadas foram convocados para uma reunião realizada na manhã de terça – feira (23) na sede da secretaria.

Na ocasião, foram tratados diversos assuntos referentes ao cadastramento dos mesmos junto a secretaria, que é o órgão fiscalizador do meio ambiente no município. O objetivo da reunião é a padronização com um uniforme único com crachás que identifiquem os flanelinhas. Agora, os visitantes terão maior segurança ao deixar seu veículo com um flanelinha caracterizado e identificado.

William Junior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *