BRASIL

Mortes violentas entre jovens disparam no Norte e Nordeste, aponta IBGE

As ‘Estatísticas do Registro Civil 2015’ do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas), divulgadas nesta quinta-feira (25), mostram que o número de mortes por causas violentas entre jovens de 15 a 24 anos disparou na maioria dos Estados das regiões Norte e Nordeste no período compreendido entre 2005 e 2015.

assalto

No último ano, foram registrados 28.584 óbitos por causas violentas (acidente de transporte, afogamento, suicídio, homicídios, quedas acidentais, entre outras) no país ante um número de 27.140 registrado uma década antes (aumento de 5%).

Os dados mostram uma disparidade entre os Estados das regiões Norte e Nordeste, que em sua maioria tiveram aumento exponencial no número de casos, e os Estados das regiões Sul e Sudeste, que, em geral, registraram variação negativa.

O único Estado do Sul-Sudeste a ter aumento de mortes foi o Rio Grande do Sul, entre os homens (4,2%), embora tenha havido queda entre as mulheres (-15,4%). Já no Norte-Nordeste, apenas Amapá e Acre tiveram redução de mortes entre jovens entre ambos os sexos –em Rondônia, houve redução entre os homens (-2,1%), mas aumento entre as mulheres (16,2%).

No Centro-Oeste, não houve um padrão, com algumas Unidades da Federação, como Distrito Federal e Mato Grosso do Sul, com queda no número de óbitos devido a causas externas e outras, como Goiás e Mato Grosso, com aumento de mortes entre os homens, porém redução entre as mulheres.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar