Uncategorized

PODE ISSO? PREFEITO DE PINDARÉ – MIRIM PENSA EM CONTRATAR NOVAMENTE FUNCIONÁRIOS DEMITIDOS

Realmente a atual administração de Pindaré – Mirim está meio desorientada. Depois de enviar carta de demissão aos funcionários contratados e no dia seguinte mandar voltar todos no inicio do seu mandato e depois de baixar um decreto exonerando todos eles novamente na semana passada, o prefeito de Pindaré – Mirim, Walber Furtado disse que fará o possível para que os contratados voltem a ocupar os seus cargos.

A colocação do prefeito foi feita em uma entrevista exclusiva para o Jornal Agora Santa Inês do último sábado (20). Na ocasião, Walber Furtado falou sobre o concurso público e disse que todos os aprovados no número de vagas estão empossados.
Após uma pergunta que foi muito questionada entre os internautas (Pelas ruas da cidade sempre ouvimos falar muito bem da Secretaria de Assistência de Social que é comandada pela sua esposa, Mirlene Machado. Como o senhor avalia o trabalho realizado por ela nos primeiros seis meses de gestão?), o prefeito disse que a secretária de Assistência Social está fazendo um trabalho muito bom na cidade.
Perguntado sobre a demissão em massa, Walber Furtado foi categórico e fez um apelo aos mais de mil funcionários demitidos dizendo que vai fazer de tudo para que os contratados retornem:
“Peço aos nossos funcionários que por hora foram afastados peço um pouco de paciência e compreensão, pois faremos o possível para que todos sejam recolocados.”

Após essa posição, os excedentes no concurso público ficaram revoltados. E muitos questionam o porquê da entrevista do Procurador do Município concedida a uma emissora de TV semana passada que afirmou que os excedentes seriam convocados até o mês de novembro. Pois, segundo eles, se há vagas, o quadro de funcionários devem ser preenchidos por eles (excedentes) e não por contratados. As entrevistas vieram à tona logo após a demissão em massa.
Blog Portal Pindaré
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar