DESTAQUESPINDARÉ - MIRIM

Prefeitura de Pindaré – Mirim fará processo seletivo para Agentes Comunitários de Saúde

A prefeitura de Pindaré – Mirim, por meio da secretaria municipal de saúde, realizará um seletivo para preenchimento imediato e cadastro de reserva para o cargo de Agente Comunitário de Saúde que hoje é considerado um programa de transição para a ‘Saúde da Família’.

Foto/Reprodução: Internet
Foto/Reprodução: Internet

Hoje o município de Pindaré – Mirim conta com 70 Agentes Comunitários de Saúde(ACS), contudo, há algumas áreas sem a cobertura do programa e além disso, cerca de sete agentes estão afastados  de suas atividades laborais por motivo de problemas de saúde, aumentando a defasagem do atendimento nos bairros e povoados.

Por esse motivo, a secretaria de saúde estará realizando o processo seletivo público para o ACS. Serão disponibilizadas 20 vagas, sendo 10 para preenchimento imediato e 10 para cadastro de reserva e o salário chega a R$ 1.014,00 (bruto). Os interessados devem atender os seguintes requisitos:

Residir na área da comunidade em que atuar desde a data da publicação do edital do processo seletivo público;

Haver concluído, com aproveitamento, curso introdutório de formação inicial e continuada;

Haver concluído o ensino fundamental;

A secretária de saúde, Kerliana Sena falou da necessidade e importância de realizar esse seletivo que vai ajudar ainda mais no combate a doenças e vai melhorar a qualidade de vida dos pindareenses com a participação ativa desses profissionais visitando cada residência.

“O Agente Comunitário Saúde é o elo de ligação entre a comunidade e a Estratégia Saúde da Família. São eles que conhecem os principais problemas de saúde de cada pessoa, bem como da coletividade da comunidade da qual eles fazem parte. Nessa visão, o processo seletivo tem como propósito o recrutamento de pessoal para cobrir às áreas que estão no momento sem cobertura dos agentes.”

Abaixo segue algumas das ações e atividades básicas de saúde que o agente deverá realizar dentro de sua competência:

Acompanhamento de gestantes e nutrizes;

Incentivo ao aleitamento materno;

Acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança;

Garantia do cumprimento do calendário da vacinação e de outras vacinas que se fizerem necessárias;

Controle das doenças diarréicas;

Controle da Infecção Respiratória Aguda (IRA);

Orientação quanto a alternativas alimentares;

Utilização da medicina popular;

Promoção das ações de saneamento e melhoria do meio ambiente;

O processo seletivo passará pela câmara de vereadores que deverá realizar uma sessão extraordinária na próxima semana para aprovar, ou não, o seletivo. Na sequência será feito o processo licitatório da empresa que aplicará as provas e acredita – se que no mês de março as inscrições para o seletivo estejam abertas.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar