Rio Pindaré avança nas ruas do centro de Pindaré Mirim

Por: William Junior, em 06 /04 /2019, ás12h07

O nível do Rio Pindaré chegou a marca da maior cheia dos últimos 10 anos, que foi em 2009, de acordo com os próprios ribeirinhos. O volume de água já preocupa os moradores. Em março de 2018, o nível do Rio Pindaré atingiu 12 metros e meio, agora a régua instalada pelo Corpo de Bombeiros já mede mais de 13 metros e meio, se aproximando dos 14 metros.

cais

Rio Pindaré supera a marca de 13,5m. Foto: William Junior/Portal Pindaré

A água do rio avança nas ruas da área central da cidade de Pindaré Mirim. Na Rua da Telma, umas das mais próximas do rio, a cheia já bateu a marca de 2009. Várias casas já estão rodeadas de água. No final da Rua Nova a situação é a mesma. Vários moradores estão ‘cercados’ pelas águas do Rio Pindaré. Na Rua Leopodina, no bairro Alto do Bode, a água também está avançando.

Situação da Rua da Telma no centro de Pindaré. Foto: William Junior/Portal Pindaré

Situação da Rua da Telma no centro de Pindaré. Foto: William Junior/Portal Pindaré

A chance de famílias precisarem sair de suas casas é grande, principalmente na Rua São Pedro e na comunidade “Boca da Vala”, que ficam mais próximas do Rio Pindaré.

Situação do final da Rua Nova. Foto: William Junior/Portal Pindaré

Situação do final da Rua Nova. Foto: William Junior/Portal Pindaré

Situação de Emergência

O Prefeito de Pindaré Mirim, Henrique Salgado decretou situação de emergência nas áreas atingidas por inundações decorrentes do período chuvoso em Pindaré. Com a medida, o prefeito determina total mobilização de todos os órgãos da administração municipal no sentido de atender as demandas do cidadãos atingidos, bem como outras medidas.

O decreto concede ainda poderes à Defesa Civil Municipal no sentido de deslocar famílias atingidas para locais mais seguros, bem como habilita o município à busca de recursos estaduais e federais que possibilitem reparar danos e amenizar a situação durante todo o período em que vigorar o decreto.

Acompanhe mais notícias em www.portalpindare.com.br. Siga nossa página no

Facebook.