Sebrae e IFMA firmam parceria para desenvolvimento da bacia leiteira em Zé Doca

Por: William Junior, em 05 /07 /2017, ás15h25

O gerente regional do Sebrae em Santa Inês, Wamberg Amaral, juntamente com o gestor de projetos do Sebrae, Fábio Braga, estiveram reunidos recentemente, no escritório da unidade regional, com o gestor de projetos Jhonny Gomes e com a  chefe do departamento de Extensão e Relações Institucionais do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA),  campus  Zé Doca, Jane de Oliveira, para firmar parceria entre o Instituto e Sebrae,  que estabelece a realização de ações do projeto de extensão Inova Leite e outras atividades estratégicas de desenvolvimento regional.

FOTO (1)

Na reunião, ficou acordado que o Sebrae disponibilizará um consultor na área de associativismo e cooperativismo, e também material didático para as ações específicas do projeto piloto, que foi lançado em maio deste ano e será desenvolvido pelos alunos do Instituto, com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento sustentável do município.

Também ficou definida uma reunião para o mês de setembro com empresários e comerciantes de Zé Doca, para ouvir as demandas do setor e a partir daí montar uma estratégia de atuação conjunta IFMA  e Sebrae.

”Para o IFMA é muito bom ter o Sebrae como parceiro das ações, acreditamos que vamos colher os frutos desse trabalho, dando uma contribuição significativa para o município”, afirmou Jane de Oliveira.

Na ocasião, o gerente regional do Sebrae em Santa Inês, Wamberg Amaral, ressaltou a disponibilidade do Sebrae em contribuir com o projeto. “Estamos disponíveis para atender todas as demandas que serão levantadas pelos envolvidos na ação e assim contribuir para o desenvolvimento da Bacia Leiteira de Zé Doca e região, bem como fazendo o atendimento aos empreendedores envolvidos no processo”.

Como fase inicial do projeto de extensão Inova Leite, a professora Jane de Oliveira, apresentou a proposta de pesquisa social, que visa compreender o impacto que o projeto irá causar na sociedade, e explicou também que será realizado um diagnóstico mais detalhado da bacia leiteira da microrregião do Alto Turi.

Acompanhe mais notícias em www.portalpindare.com.br. Siga nossa página no

Facebook.