Sebrae e Prefeitura de Santa Inês tratam sobre implantação da Sala do Empreendedor no município

Por: William Junior, em 07 /07 /2017, ás07h24

O gerente regional do Sebrae em Santa Inês, Wamberg Amaral,  recebeu na última terça-feira(04), no escritório da instituição, o secretário de indústria e comércio do município, Fernando Vicente,  para tratar da implantação da Sala do Empreendedor em Santa Inês.

FOTO 02_Equipe do Sebrae conhece local onde funcionara a Sala do Empreendedor
Na ocasião, o consultor credenciado ao Sebrae, Aldenir Rodrigues,  fez  uma apresentação sobre o potencial econômico  do munícipio, apresentando também o número de Microempreendedores Individuais (MEIs) em Santa Inês, que segundo o Portal do Empreendedor, contabilizam mais de 1.500 empreendedores, que contribuem diretamente para o crescimento da economia regional e não tem um ponto de atendimento específico. Demanda a ser atendida pela Sala do Empreendedor.

Após a apresentação, o secretário Fernando Vicente, reforçou o interesse do município na implantação da Sala e levou a equipe do Sebrae para conhecer o espaço que já está reservado para o atendimento,  inclusive com três Agentes de Desenvolvimento Local treinados para receber os empreendedores.

“Todos os esforços estão sendo feitos para que a Sala comece a funcionar nas próximas semanas, inclusive equipamentos como computadores e mobiliários já foram adquiridos para agilizar o processo”, afirmou o secretário.
A Sala do Empreendedor é um espaço de atendimento das prefeituras, criado para facilitar os processos de abertura, regularização e baixa de empresas; bem como serviços exclusivos aos Microempreendedores Individuais (MEI).

O Sebrae é parceiro nesta ação, capacitando os Agentes de Desenvolvimento Local que atuam nesse espaço, bem como realizando ações de capacitação aos empreendedores locais, a partir da demanda levantada pela Sala do Empreendedor.
“O Sebrae está pronto para dá o apoio que for preciso para o funcionamento da Sala,  que é uma necessidade para o município, haja visto o número de empreendedores formalizados e tantos outros que ainda podem se legalizar. Com isso ganha o município e os empreendedores”, pontou Wamberg Amaral.

Acompanhe mais notícias em www.portalpindare.com.br. Siga nossa página no

Facebook.