Secretaria de Saneamento Básico de Santa Inês intensifica limpeza de córregos

Secretaria de Saneamento Básico de Santa Inês  intensifica limpeza de córregos

Na manhã de quinta-feira, 18, o Secretário de Saneamento Básico, Júnior Leite, visitou pontos considerados alagadiços nos bairros de Santa Inês. Após as fortes chuvas em praticamente todo o Maranhão na quarta-feira, muitos locais da cidade ficaram alagados.

Júnior Leite disse que esse problema é antigo na cidade. E para que seja resolvido, uma das ações é a limpeza completa dos córregos, que em Santa Inês tem a extensão de cerca de 48 quilômetros. “Já era prevista essa situação de alagamentos no período chuvoso. Nós começamos o trabalho de limpeza no dia primeiro de janeiro. Mas não tivemos estrutura suficiente para concluir o trabalho em 45 dias” – explicou.

O que aumenta a preocupação do executivo municipal é que muitas obras foram feitas inadequadamente às margens dos córregos, o que acabou deixando vários pontos estreitos, impedido o escoamento da água. Sem falar no enorme volume de lixo que é jogado nos córregos. “Nós estamos fazendo o nosso máximo em relação à limpeza dos córregos e ruas. Mas esse trabalho não basta ser apenas uma atribuição do Poder Público. A população também deve fazer sua parte” – enfatiza.

A atual gestão de Santa Inês tem apenas 48 dias no comando do município. Diariamente estão sendo feitos trabalhos considerados paliativos ou emergenciais. Já que no período chuvoso, as obras de infraestrutura ficam limitadas. E no momento, o município conta apenas com duas máquinas retroescavadeiras, que são utilizadas na limpeza dos córregos.

“Estamos vendo uma espécie de mutirão, concentrando todas as nossas forças para concluir o trabalho de limpeza dos córregos. Acredito que uma medida emergencial deve ser feita porque a tendência é as chuvas aumentarem” – destaca Júnior Leite, ao sugerir acionar o Dnit para que faça uma galeria na BR 316, onde desemboca todo o volume de água de parte do córrego da cidade.

William Junior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *