Policia Civil desvenda desaparecimento de homem em Santa Inês e prende suspeito

Por: William Junior, em 21 /03 /2019, ás20h19

A Polícia Civil do Estado do Maranhão, através da equipe de capturas da 7° Delegacia Regional de Santa Inês , prendeu nesta quinta-feira(21) Lucas Teixeira Araújo, morador da rua do campo velho, povoado Vila Jorim, em Pindaré Mirim. O mesmo é acusado de praticar um latrocínio,tendo como vítima Wildevis Maciel “Davi”, a vítima está desaparecida desde do dia 15 de março, tendo sido visto pela última vez na festa de aniversário da cidade Santa Inês, no espaço cultural Dona Zima, em companhia de algumas pessoas, inclusive o acusado.

montagem

Logo após familiares comunicarem o desaparecimento da vítima ,a equipe de capturas da delegacia regional, sobe coordenação da Dr. Cláudia,iniciou as investigações para tentar encontrar Wildevis. Após várias diligências e denúncias anônimas, a moto da vítima foi encontrada abandonada num matagal, próximo a cabeceira da ponte que faz a divisa dos municípios de Santa Inês e Bom jardim, chamado de ponte dos índios. Dando continuidade as investigações, policiais ainda seguindo as denuncias lograram êxito em identificar e localizar o acusado, prendendo-o em ato continuo.

Diante das informações levantadas pelos policiais o acusado confessou a prática criminosa, inclusive indicando o local onde poderia ser encontrado o corpo da vítima. Segundo o acusado, ele teria empurrado a vítima de cima da ponte dos índios no rio, também confessou que após empurrar a vítima no rio pegou a moto e escondeu num matagal próximo a sua casa, que dias depois pegou a moto do esconderijo e tirou a placa, jogando as margens da BR 316, e seguiu para o povoado Bambu, onde foi para um bar e tomou algumas cervejas, agindo como se nada tivesse acontecido.

Logo após ter tomado conhecimento que a polícia civil estava investigando o desaparecimento de Davi, o acusado resolveu tentar da sumiço a moto da vítima, jogando num precipício as margens da BR e próximo cabeceira da ponte dos índios, não tento total êxito porque a moto ficou presa por cipós.

Depois de ter dado voz de prisão o acusado foi levado para delegacia para os procedimentos de praxe e logo depois será levado para o sistema penitenciário, onde ficará a disposição da justiça.

Com informações da 7ª Delegacia Regional de Santa Inês

 

Acompanhe mais notícias em www.portalpindare.com.br. Siga nossa página no

Facebook.