DESTAQUESSANTA INÊS E REGIÃO

Santa Inês: Funcionário de clínica e professor são liberados

Lucas Sousa da Silva preso essa semana suspeito de desviar quase R$ 1 milhão de uma clínica onde trabalhava em Santa Inês e seu companheiro o professor Valderi Santos Aquino Júnior suspeito de usar suas contas bancárias para movimentar o dinheiro, foram liberados.

montagem

De acordo com informações da Polícia Civil, após audiência de custódia os dois foram postos em liberdade, mediante aplicação de medida cautelar de uso de tornozeleira eletrônica.

casal

O CASO

O funcionário de uma clínica particular, identificado como Lucas Sousa da Silva, foi preso suspeito de desviar cerca de R$ 1 milhão de uma clínica onde trabalhava em Santa Inês.

Segundo a polícia, o dono da clínica percebeu a queda do lucro, mesmo não havendo diminuição na quantidade de consultas. Através de um levantamento realizado, o total do desfalque é de aproximadamente R$ 1 milhão.

Lucas trabalhava há 11 anos na clínica e segundo as investigações começou a pegar dinheiro há três anos. De acordo com o delegado, Elson Ramos, o oftalmologista da clínica fez uma denúncia à Polícia Civil e o esquema foi descoberto. Na ocasião, o companheiro de Lucas, o professor Valderi Santos Aquino Júnior também foi preso.

“Nós constatamos que apesar dele ter um companheiro que trabalha, a renda de ambos não era suficiente para ter veículos de última geração, imóveis comprados a vista e várias viagens pelo Brasil todo”, explicou o delegado.

Ainda de acordo com a polícia, as contas de Valderi Júnior eram usadas para movimentar o dinheiro desviado da clínica. O dinheiro era usado para manter um padrão de vida muito acima da renda deles.

Uma motocicleta e uma caminhonete que custou mais de R$ 100 mil foram apreendidas pela polícia. Além dos veículos também havia imóveis e só de residência eram quatro e a última foi comprada a vista por R$ 70 mil.

PUBLICIDADE

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar