Advogada de suspeito de esfaquear professora em Pindaré Mirim comparece a delegacia

Por: William Junior, em 23 /09 /2019, ás21h47

A advogada de Lucas Silveira, suspeito de tentativa de feminicidio contra a professora Alciene Ferreira Jansen no dia 08 de setembro de 2019, compareceu a delegacia de Pindaré Mirim representando o suspeito. As informações foram repassadas pela delegada, Claúdia Maciel que está a frente do caso.delegacia-pindare

A advogada disse que conversaria com ele e ela veio conversar comigo a pedido dele e iria retornar pra conversar com ele novamente para combinar para ele se apresentar“, disse a delegada. A advogada disse ainda que até o momento ele ainda não se apresentou e as investigações continuam.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

banner_fotografia_ads_topo

O CRIME

Por volta das 5 horas da madrugada do dia 08 de setembro, a professora Alciene Ferreira Jansen de Pindarér Mirim foi atacada a facadas pelo ex-companheiro, identificado como Lucas Silveira.

64d9e1cf-859b-49c3-994f-fee250622781

De acordo com as informações da Polícia Civil, a professora Alciene tinha terminado recentemente o relacionamento e o suspeito inconformado tentava voltar com a vítima. Lucas insistiu em falar com a professora que recebeu ele em sua casa no sábado(07/09).

5d087fe1-0e8f-47f0-abff-965c6e4d8a5f

 

Já nas primeiras horas da manhã de domingo Lucas pediu que ela deixasse ele em casa, no Povoado Areias e ela levou. No meio do caminho, ele esfaqueou a professora com um golpe no pescoço e em várias outras partes do corpo.

3e6aa441-4053-4f43-8677-7dbe95a4a5ad

Mesmo bastante ferida, ela ainda conseguiu sair na motocicleta e chegar ao hospital de Pindaré Mirim. Ela foi socorrida e encaminhada para o Hospital Municipal em Santa Inês. Passou por uma cirurgia e reagiu bem.

A polícia tenta localizar o suspeito. O delegado plantonista disse que pediu ao judiciário a prisão preventiva de Lucas Silveira.

A FORÇA DA VÍTIMA

Foram momentos de muito sofrimento, mas também de resistência. Mesmo após ter recebido várias facadas, sendo uma no pescoço, a professora Alciene Ferreira Jansen, conseguiu chegar até o Hospital e Maternidade Governador José Sarney, em Pindaré Mirim.

Em entrevista, o delegado plantonista de Santa Inês, disse que a vítima recebeu as facadas enquanto pilotava a motocicleta com o suspeito na garupa. “Ele não aceitava o término do relacionamento e tentava voltar. […] Ele pediu que ela levasse ele para um lugar, e ela muito assustada e querendo se livrar dessa situação e com medo, resolveu levar ele até o lugar que ele queria. Momento que ele passou, ainda em cima da motocicleta, desferir facadas nela. […] Felizmente não foi fatal. Ela conseguiu chegar até o hospital.”

PUBLICIDADE

drogaria gl

Acompanhe mais notícias em www.portalpindare.com.br. Siga nossa página no

Facebook.