Reflexão: A Ternura de Jesus – Pe. Jorge Luis Guimarães

Por: William Junior, em 31 /10 /2016, ás08h28

 A TERNURA DE JESUS

Ao longo da caminhada de Jesus Cristo neste mundo ele sempre demonstrou profundo carinho e amor, cuidado, zelo, afeto, sem excluir ninguém. Nas estradas entre uma cidade ou povoado ele passava fazendo o bem e o mais interessante os pobres e excluídos era seu maior prazer. Jesus falava do Reino de Deus, enchia os corações de esperança. Falava do amor de Deus para todos, curava suas feridas, lhes saciava a sede, dava-lhes de comer, libertava-os dos espíritos maus.

Jesus Cristo realmente sabia conquistar o coração do povo. Jesus gostava de surpreender chegava e dizia hoje vou lá à sua casa, assim ele fez com Zaqueu “hoje devo ficar na sua casa” ( Lc 19,5). Agora o imaginemos chegando a sua casa. Qual seria sua reação e como você o receberia?  Sabendo que ele sempre chega desejando a paz, querendo atenção “Marta, Marta, você se preocupa e se agita com tantas coisas.” (Lc 10, 41). Nesta narrativa Jesus nos parece bem popular, amigo, acolhedor, sincero.  Sempre com uma simpatia que conquista e desperta o desejo de permanecer na sua companhia.

Somos necessitados desta presença em nossa vida, de sentir seu amor, sua proteção. Estar com Jesus é certeza de uma companhia que nos revela o amor infinito de Deus (Pai). Quando será que o ser humano vai  entender que Jesus é o Único Necessário para todos, que ele é o caminho da Vitoria, que tudo o que precisamos já o temos com a sua doce presença.

O homem deseja conquistar o mundo, mas esquece que Jesus Cristo é O Filho Daquele que Criou todas as coisas.  E que a vinda de Filho é simplesmente a expressão do Amor de Deus por cada um de nós. Quando sentimos a ternura de Jesus somos mergulhados na Misericórdia de Deus Criador. Tudo o Deus criou ele o fez  em Jesus Cristo “nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as vencíveis e as invisíveis..” ( Cl 1, 16).

Assim sendo amados estamos bem amparados  quando confiamos e cremos verdadeiramente em Jesus cristo, ele é a nossa razão de viver e só através dele encontraremos a verdadeira felicidade. Estamos neste mundo de passagem , pois fomos criados para a eternidade, mas só viveremos a vida na sua totalidade se deixamos  Jesus Cristo nos surpreender cada dia com sua ternura divina.

Pe. Jorge Luis Guimarães, scj

Vigário da paróquia São Pedro Apostolo/ Pindaré-Mirim

Acompanhe mais notícias em www.portalpindare.com.br. Siga nossa página no

Facebook.